Inovação Radical

Uma jornada para formar agentes de Inovação em massa em cidades e órgãos públicos.

Exclusivo para contratação de turmas fechadas.

Informações importantes sobre a Jornada

Objetivo

Acelerar uma cultura de inovação forte e dinâmica, a fim de impulsionar mudanças significativas e impactantes em larga escala.

Público

A jornada envolve a participação de 50 pessoas de uma mesma instituição, toda a turma executa as mesmas etapas de forma simultânea.

Pontos de contato

A jornada proporciona uma combinação de aulas presenciais, encontros ao vivo e online, além do acesso a conteúdo online assíncrono.

Implementação

Além da absorção de repertório conceitual e de ferramentas, a meta final a ser cumprida é a implementação de soluções.

O que vão aprender

A tecnologia tem alterado o comportamento das pessoas e aprimorado o Setor Público. Para se adaptar a esse cenário, é importante adotar um pensamento inovador, que requer o desenvolvimento de habilidades chave do século 21. Isso inclui tomar decisões baseadas em dados e conhecer ferramentas para criar soluções inovadoras. É vital compreender os ecossistemas de inovação e administrar equipes ágeis. Utilizar metodologias como Design Thinking e Métodos Ágeis, além de experimentar com Design Sprint, é benéfico. Projetos de Inovação Aberta são um componente importante na transformação organizacional.

Informações importantes sobre a Jornada

1. Imersão

Compreensão do contexto e alinhamentos entre as partes responsáveis pelo programa.

2. Capacitação

Um mergulho em conteúdos para ampliar o repertório de referências, conceitos e cases.

3. Workshops

A prática de diversas ferramentas para trabalhar com foco em Inovação.

4. Desafios

Definição e priorização de desafios para implementar soluções inovadoras.

Metodologia autoral e com foco em vivência e experiências

A união de elementos fundamentais no processo de aprendizagem é o que constrói, acelera e solidifica uma Cultura de Inovação dentro de qualquer organização. Nossas experiências de aprendizagem transpassam pelos seguintes pilares:

1. Inspiração & Conceitos: o ponto inicial de qualquer mudança é ampliação de perspectiva em relação ao universo que vamos nos inserir. Portanto, para trabalhar de uma forma diferente e buscar soluções inovadoras, precisamos aumentar o nosso repertório de referências e conhecimento. Tudo isso com emoção, afeto e conexão.

2. Ferramentas & Práticas: após ampliar nosso campo conceitual, é necessário usar ferramentas – tecnológicas ou não (hacks mentais por exemplo), para conseguir de fato produzir algum tipo de clareza e materializar ideias, intenções, resolução de problemas e treinar a utilização das ferramentas em ambientes controlados.

3. Aplicação & Experimentação: com o repertório expandido e a dominância de uma “caixa de ferramentas” própria, é hora de partir para o mundo real. Enxergar o problema por diversas perspectivas, questionar o funcionamento das soluções atuais e traçar hipóteses para traçar novas possibilidades de resolução são apenas etapas de um processo de concepção de um projeto de Inovação.

Condução da jornada

Paulo Renato Ardenghi

Considerado um dos principais líderes inovadores do setor público é Advogado, especialista em Sociologia e mestre em Antropologia. Expert em inovação para governos e cidades. Possui 14 anos de experiência atuando no setor público, ocupou a função de head de inovação na Prefeitura Municipal de Porto Alegre, período no qual a cidade se destacou pela consolidação de movimentos inovadores e pelo amadurecimento de seu Ecossistema de inovação.

Cofundador de iniciativas como o Pacto Alegre, é CEO da empresa Wise Innovation for Cities e co-fundador de inúmeras iniciativas inovadoras para governos.

Santiago Andreuzza

Trabalhou na área de tecnologia da Dell e HP, foi co-fundador da Bode e da Aerolito (na época parte da rede Perestroika), participando do desenvolvimento de pesquisas, criação de cenários de futuros e concepção dezenas de programas educacionais nos mais diversos formatos e públicos.

Também foi Head de Educação do Distrito – um dos maiores ecossistemas de inovação da América Latina.

Se dedica a traduzir e antecipar o impacto das tecnologias emergentes – principalmente em como inserir Educação nesses contextos. Já realizou palestras, cursos e consultorias para as principais empresas do Brasil. Participou de eventos relevantes no cenário de inovação e tecnologia ao redor do Brasil e do Mundo.

Márcia Beck Terres

Gestora de Inovação e Desenvolvimento Educacional do Colégio Israelita Brasileiro. Head de Inovação para a Educação na Wise Innovation. Membro do Conselho Administrativo do Instituto Pertence.

Doutora em Design Estratégico pela Unisinos, Mestre em Administração de Empresas pelo IAE de Poitiers (França) e Mestre em Gestão e Negócios com foco em Estratégia e Competitividade pela Unisinos. Especialista em Psicopedagogia pela PUCRS, Graduada em Pedagogia Supervisão Escolar e em Pedagogia – Magistério das Matérias Pedagógicas do Ensino Normal pela PUCRS.

Guilherme Fraga

Guilherme Fraga, Gestor de Projetos especialista nas metodologias Scrum, Kanban e Lean. Participa de projetos melhorando seus resultados através do estudo detalhado dos processos com domínio na utilização dos Princípios Ágeis. Como empreendedor, fundou as Startups Poa na Rua e Apoia Local.

Atualmente é parte do time Wise Innovation, atuando como Chefe de Operações (COO) e Gestor de Projetos junto aos municípios atendidos pela empresa.

Ramiro Guerra Martini

Ramiro Guerra Martini é empresário, com mais de 16 anos de experiência à frente de diferentes tipos de equipes: empresas de tecnologia, agências de viagens e marketing, RH, telefonia móvel, investimentos, corretora de seguros e até um restaurante. Nos últimos anos, participou de alguns dos maiores eventos do mundo, como SXSW (por quatro anos consecutivos), C2 Montreal, a conferência mundial da Microsoft (Inspire, por quatro anos consecutivos), Dell World e Dreamforce, da Salesforce, bem como WebSummit por dois anos, em Lisboa, entre outros.

Rafael Gustavo Dal Moro

Há 19 anos atuando no provimento de soluções digitais para organizações públicas e privadas. Foi especialista e gerência de projetos de sistemas nacionais de informação em saúde nas seguintes áreas: saúde pública, atenção primária, regulação em saúde, prontuário eletrônico do paciente, interoperabilidade de dados, telessaúde, gerenciamento de condições crônicas, PBM, avaliações clínico-epidemiológicas e econômicas em saúde.

Head de TI e Inovação da Secretaria de Saúde de Porto Alegre durante Pandemia COVID-19 (2020-2021), responsável por projetos dos sistemas de informação (notificações, casos, testes, hospitalizações e óbitos) e soluções em ciência de dados (infográfico COVID-19, Vacinômetro, Dashboards e Relatórios) para apoio a tomada de decisão da gestão pública.

Depoimentos quem já participou de nossas experiências de aprendizagem

“Foi incrível! Agradeço muito à Secretária da SMICT, Selma Fraga, ao Sebrae e Wise. Todos que nos transmitiram conhecimento foram ótimos. O conteúdo da inovação, que pensamos ser diferente da cultura do órgão público, esteve muito presente e foi apresentado por pessoas que têm o perfil inovador e transmitem essa possibilidade de mudança. Olhando para isso, vemos que é possível mudar e muita coisa pode ser melhor através dessa cultura. Fico contente de ver que podemos nos enxergar como inovadores no município e, a partir disso, fazer melhor, tanto para os colegas servidores quanto para a população e as empresas. Isso vai possibilitar mais crescimento para a cidade e fazer com que essa cultura de inovação se reflita em melhorias para a população e com ainda mais frutos no futuro.”

Paula Tarrasconi Schmitz, Engenheira de Alimentos – Vigilância em Saúde

“É um divisor de águas na administração pública municipal. Além dos palestrantes de altíssima qualidade, reuniu servidores com mentalidade ímpar e disposição para sair da conversa e propor projetos realistas para a solução prática de problemas. Além disso, o curso introduziu ferramentas de fluxo de trabalho consagradas no mundo corporativo, que agilizam a implantação destas soluções.
Parabéns à equipe da SMICT liderada pela secretária Selma e pela consultoria de alto nível prestada pela Wise Innovation. Que seja o primeiro de vários e que mais servidores comprem a visão da mudança. Agradeço ao Prefeito e a Selma, bem como a todos os envolvidos da Prefeitura de Gravataí pela realização e pela qualidade do curso.”

Jordan Olsefer – Chefe de Setor Rede e Sistemas – Secretaria: SMAT

Resultados em números

Ao final de nossas interações – presencias e online, rodamos pesquisas de satisfação e coletamos feedbacks dos participantes das experiências de aprendizagem.

Resultados Gravataí - RS

Recomendaria para um colega

Escala de 1 (não recomendaria) a 5 (recomendaria com certeza)

Resultados Gravataí - RS

Satisfação com o curso

Escala de 1 (não recomendaria) a 5 (recomendaria com certeza)

Acelere a Cultura de Inovação do seu time